Arquivo da tag: cachorros

RONALD RADDE RECEBE HOMENAGEM NO PRÊMIO AÇORIANOS E TIBICUERA 2016

A atriz e diretora Karen Radde, filha do dramaturgo, assinará a concepção da homenagem na noite mais importante do teatro gaúcho; A Cia Teatro Novo concorre em seis categorias com A Dama e o Vagabundo em Paris

dama-e-vagabundo

Os melhores do teatro gaúcho, adulto e infantil, de 2016 serão conhecidos no dia nove de dezembro, às 20h, no Teatro Renascença, em Porto Alegre. A noite de premiação promete muito mais que alegrias e conquistas, mas de recordações também. O dramaturgo e fundador da Cia Teatro Novo e do Teatro Novo DC, Ronald Radde, falecido em abril deste ano, será lembrado. A homenagem é dirigida pela filha dele, a atriz e diretora Karen Radde.

Karen Radde ao lado da foto de Ronald Radde.
Karen Radde ao lado da foto de Ronald Radde.

Fiquei muito emocionada com a homenagem mas, acima de tudo, de poder dirigir uma esquete que recordará importância que o pai (Ronald Radde) teve para o teatro nacional”, afirma Karen. No palco, músicas e cenas de peças importantes da Cia Teatro Novo, apresentadas pelo elenco da companhia, prometem emocionar a plateia. Um dos momentos mais marcantes da homenagem, de acordo com a Karen, será a recriação de uma cena de A Dama e o Vagabundo em Paris que Ronald Radde esperou para ver na estreia, mas que, devido à morte precoce, o desejo não se concretizou.

A Cia Teatro Novo também está concorrendo no Tibicuera 2016 em seis categorias, todas pela montagem de A Dama e o Vagabundo em Paris. O espetáculo dirigido por Karen Radde concorre aos prêmios:

Melhor Produção – Karen Radde e Daniel Anillo

Melhor Iluminação – José Hildemar Cavalheiro e Patrik Simões

Melhor Cenografia – In Cena (José Hildemar e Patrik Simões) e Diane Sbardelotto 

Melhor Ator Coadjuvante – Juliano Passini

Melhor Atriz Coadjuvante – Clarissa Siste

Melhor Ator – Fabrizio Gorziza

Público superior a 25 mil espectadores

“O ano de 2016 foi de muita persistência e desafios para a Cia. Teatro Novo e gostaríamos muito de agradecer a equipe pelo grande sucesso que foi o espetáculo A Dama e o Vagabundo em Paris e principalmente agradecer as crianças, mães, pais e escolas, todos que nos ajudaram a construir esse grande espetáculo“, diz Daniel Anillo diretor de marketing da Cia. “O espetáculo A Dama e o Vagabundo em Paris foi feito com todo o amor de um grupo de pessoas que estarão para sempre guardados no meu coração. Foi , sem dúvida nenhuma o momento mais difícil da história da Cia. Teatro Novo, mas hoje olhando para trás vejo que encontrei amigos, os mesmos que fizeram desse espetáculo um dos maiores sucessos da Cia, trazendo mais de 25 mil espectadores. Com certeza o Radde (meu pai) não deve estar nem um pouco decepcionado comigo.

viva-o-teatro

 

 

A Dama e o Vagabundo em Paris

Lisa Roos FotografiaA Cia Teatro Novo vem, a cada ano, presenteando o público infantil com lindos e emocionantes musicais. Depois dos sucessos de Para Sempre Terra do Nunca (2013), Para Sempre Terra do Nunca 2 – A Volta dos que não foram (2014), Pinóquio (2015/1) e CinderElla (2015/2), chegou a vez do primeiro espetáculo inédito de 2016: A Dama e o Vagabundo em Paris. A montagem, que marca a estreia de Karen Radde na direção geral de espetáculos da companhia teatral de 48 anos, inicia temporada no dia 13 de março, às 17h, na Sala Carmen Silva do Teatro Novo DC (Rua Frederico Mentz, 1.561 – Prédio D, Navegantes). Em cartaz até o dia 26 de junho, sempre com apresentações às 17h dos domingos.

O ENCANTO:

O público vai se encantar com a história de um amor impossível entre a cachorra de madame com o cão de rua que comanda uma trupe canina. Paris, suas ruelas floridas e seu estilo de vida será o cenário de fundo, onde surgirão reflexões das sempre necessárias quebras de preconceito, abandono de animais e adoção comunitáriLisa Roos Fotografiaa, uma abordagem moderna e dinâmica da relação dos cachorros com a sociedade onde então inseridos. “Puxamos essa temática porque acreditamos nesta causa. Acreditamos que os animais precisam ser respeitados tanto quanto os seres humanos. Não existe posse de um animal. Eles já fazem parte da nossa família”, relata Karen.

A HISTÓRIA:

A partir da adaptação da obra “A Dama e o Vagabundo – a história de dois cães”, do escritor americano Ward Greene, a Cia. Teatro Novo irá produzir um grandioso musical com inspirações vindas do cinema. “Quis trazer para o palco o cinema mudo do Chaplin. Essa linguagem para mim é fundamental na peça. Os personagens da história clássica vão viver situações completamente diferentes, trazendo um ar de contemporaneidade ao espetáculo”, afirma a diretora Karen Radde. Como já é de costume nos textos da companhia, temas importantes da atualidade são discutidos em cena, como preconceito, as diferenças sociais e a importância do amor. “A Cia Teatro Novo segue com a proposta de, através do teatro, tratar de temas que envolvam os valores humanos, colaborando para a reflexão do público, além de proporcionar o encantamento através de uma interpretação impecável e de lindos figurinos e cenários”, afirma Ronald Radde, diretor da Cia. Teatro Novo.

O ELENCO:

Em cena, oito Lisa Roos Fotografiaatores vão apresentar esse romance, com ares de comédia, cantando e dançando músicas originais. Elenco, inclusive, composto por nomes que estão despontando dentro do cenário local, como Renata Bregagnol, que retorna como protagonista depois de ser a Cinderela, em CinderElla (2015), e que viverá a Dama na nova montagem. Luciano Pieper, o “vagabundo” do enredo, integra a companhia como ator, músico e compositor. É visto, ainda, em espetáculos adultos em outras companhias teatrais. Com experiência em trabalhos para televisão, cinema e campanhas publicitárias, Daniel Anillo que junto com Ronald Radde é responsável pelo roteiro e adaptação do espetáculo, é outro ator com trabalhos bem sucedidos dentro e fora da Cia. Teatro Novo. Clarissa Siste, premiada como melhor atriz coadjuvante pela peça Romeu e Julieta, no papel de Ama, pela Fundação de Arte e Cultura, de Gravataí. Destaque também para o ator e bailarino, Vinicius Mello, também da Transforma Cia de Dança e Cia Andróginos, que atua em campanhas de conscientização em escolas e peças publicitárias. Fabrizio Gorziza, músico e ator, que integrou recentemente o casting do Natal Luz de Gramado e compositor da Cia. Teatro Novo. Lívia Perroni tem experiência em teatro e cinema. E Juliano Passini, destaque dentro da companhia da família Radde, com participações nas montagens O Corcunda de Notre Dame, Pinóquio e CinderElla.

SERVIÇO:
Musical infantil A Dama e o Vagabundo em Paris
De 13 de março a 26 de junho
Sempre às 17h dos domingos
Teatro Novo DC
Rua Frederico Mentz, 1.561 – Prédio D – Sala Carmen Silva
Porto Alegre – Rio Grande do Sul – Brasil
Classificação etária: LIVRE
INGRESSOS: R$ 30,00

Ingressos antecipados podem ser adquiridos no site: http://www.entreatosdivulga.com.br